Concepções de saúde em profissionais de Educação Física que atuam em academias

Autores

  • Sara Rezende Unochapecó
  • Ricardo Rezer Unochapecó

DOI:

https://doi.org/10.12820/rbafs.v.20n4p425

Palavras-chave:

Educação Física, Saúde, Prática pedagógica

Resumo

O objetivo deste estudo é refletir acerca de Concepções de Saúde de profissionais de Educação Física (EF) que atuam em academias de musculação, bem como compreender a maneira como estas discussões ocorrem em seu cotidiano de trabalho. Inicialmente, partimos da ideia de que investigar sobre este tema saúde, no campo da Educação Física, torna-se fundamental na busca por interpretações ampliadas de saúde, tanto na produção científica quanto no processo de intervenção dos profissionais. Esta pesquisa caracterizou-se como sendo de natureza descritiva com uma abordagem qualitativa. Foram realizadas entrevistas a partir de um questionário de perguntas abertas com profissionais de EF que atuam em academias de musculação. As entrevistas foram analisadas por meio da técnica de Análise Temática. Os resultados apontam que, as concepções saúde que sustentam a prática pedagógica de profissionais de Educação Física nesta pesquisa, fundamentam-se principalmente no modelo biomédico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-22

Como Citar

1.
Rezende S, Rezer R. Concepções de saúde em profissionais de Educação Física que atuam em academias. Rev. Bras. Ativ. Fís. Saúde [Internet]. 22º de dezembro de 2015 [citado 27º de novembro de 2021];20(4):425. Disponível em: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/5628

Edição

Seção

Artigos Originais