Seleção de profissionais de educação física para atuarem nos NASF-AB: análise de provas

Autores

  • Bruno Cunha Amaro Universidade Estadual de Londrina, Centro de Educação Física e Esporte, Londrina, Paraná, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-3016-9603
  • Rubiane Giovani Fonseca Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Educação Física, Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-0565-9165
  • Mathias Roberto Loch Universidade Estadual de Londrina, Centro de Educação Física e Esporte, Londrina, Paraná, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-2680-4686

DOI:

https://doi.org/10.12820/rbafs.27e0249

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Seleção de pessoal, Profissional de saúde, Educação física

Resumo

A partir da criação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (atualmente denominado Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica – NASF-AB) um dos profissionais que passou a poder integrar as equipes foi o de Educação Física. Desde então, muitos processos seletivos e concursos foram realizados para a contratação de profissionais de Educação Física (PEF). O objetivo deste estudo foi analisar o conteúdo específico das provas da área da Educação Física de processos seletivos e concursos públicos destinados à contratação de PEF para atuarem nos NASF-AB. Foi realizado um estudo descritivo utilizando-se da pesquisa documental. Foram analisadas 180 questões, de 10 provas que foram obtidas em dois sítios eletrônicos especializados (PCI Concursos e QConcursos) em concursos públicos. Todas as questões foram analisadas por dois pesquisadores e agrupadas de acordo com seus conteúdos e eixos temáticos. Foram identificados 39 conteúdos e destes, quatro apresentaram mais do que 10 questões: “Esporte – História/Conceito/Regras/Tática-Técnica” (n = 20; 11,1%); “Especificidades da prescrição/orientação para prática de atividade física em grupos específicos” (n = 19; 10,6%), “Educação Física escolar” (n = 13; 7,2%) e “Conhecimentos sobre políticas públicas de saúde” (n = 13; 7,2%). Os conteúdos foram agrupados em sete eixos temáticos, sendo que “Temas gerais da profissão Educação Física” (n = 32; 17,8%) e “Funcionamento do SUS” (n = 31; 17,2%) foram os com maior frequência de questões. Conclui-se que os processos de seleção de PEF para atuarem no NASF-AB precisam ser mais específicos ao perfil de atuação que se espera deste profissional neste contexto específico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Ministério da Saúde (Brasil). Portaria nº 154, de 24 de janeiro de 2008. Cria os Núcleos de Apoio à Saúde da Família - NASF. Diário Oficial da União 25 jan 2008;Seção 1.

Ministério da Saúde (Brasil). Portaria nº 99, de 7 de fevereiro de 2020. Redefine registro das Equipes de Atenção Primária e Saúde Mental no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). Diário Oficial da União 11 fev 2020;Seção 1.

Silva PSC. Physical Education Professionals in the Unified Health System: an analysis of the brazilian registry of health institutions between 2013 and 2017. Rev Bras Ati. Fís Saúde. 2019;23:1-8.

Souza SC, Loch MR. Intervenção do Profissional de Educação Física nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família em Municípios do Norte do Paraná. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2012;16(1):5-10.

Santos S, Benedetti TRB. Cenário de implantação do Núcleo de Apoio a Saúde da Família e a inserção do profissional de Educação Física. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2012;17(3):188-94.

Martinez JFN, Silva AM, Silva MS. As diretrizes do NASF e a presença do profissional de educação física. Motrivivência. 2014;26(42):222-37.

Rodrigues JD, Ferreira DKS, Farias Junior JC, Caminha IO, Florindo AA, Loch MR. Perfil e atuação do Profissional de Educação Física nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família na região metropolitana de João Pessoa-PB. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2015;20(4):352-65.

Furtado GVN, Knuth AG. Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) em Rio Grande/RS: percepções sobre o trabalho realizado pela educação física. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2015;20(5):514-23.

Saporetti GM, Miranda PSC, Belisário SA. O profissional de Educação Física e a promoção de saúde em Núcleos de Apoio à Saúde da Família. Trab Educ Saúde. 2016;14(2):523-43.

Santos SFS, Benedetti TRB, Sousa TF, Fonseca SA. Apoio Matricial e a atuação do Profissional de Educação Física do Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2017;22(1):54-65.

Nogueira, JAD, Maria Lúcia Magalhães Bosi. Saúde Coletiva e Educação Física: distanciamentos e interfaces. Ciênc. Saúde Colet. 2017;22(6):1913-22.

Loch MR, Rech CR, Costa FF. A urgência da Saúde Coletiva na formação em Educação Física: lições com o COVID-19. Ciênc. Saúde Colet. 2020;25(9):3511-16.

Costa FF. Novas diretrizes curriculares para os cursos de graduação em Educação Física: oportunidades de aproximações com o SUS?. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2019;24:1-4.

Andrade TWC, Albuquerque PHM. Tomada de decisão usando o Analytic Hierarchy Process (AHP) para a seleção de um curso para concurso público. Tecnologias de Administração e Contabilidade. 2012;2(1):19-32.

Oliveira JC, Veríssimo TCA, Gardenghi G. Perfil dos Concursos Públicos na Área de Fisioterapia Geral. Revista Brasileira De Saúde Funcional. 2015;2(2):23-33.

Feitosa GRP, Passos DVS. O Concurso Público e as Novas Competências para o Exercício da Magistratura: uma análise do atual modelo de seleção. Sequência (Florianópolis). 2017;76:131-54.

Bidô ATC, Rodrigues RA, Braga SQF, Ribeiro RA, Sousa JNL, Lobo MM, et al. Verificação da abordagem do conteúdo de periodontia em provas de concursos públicos da Paraíba. REAS/EJCH. 2020;12(7):1-8.

Donatangelo CSR, Santos ALP. Análise de conteúdo de provas e seus respectivos editais de concursos públicos municipais para a contratação de licenciados em Educação Física no Estado de São Paulo. Conexões. 2018;16(3):335-52.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 4ª ed. São Paulo: Hucitec, 1996.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Diretrizes do Nasf / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília: Ministério da Saúde, 2009.

Loch MR, Dias DF, Rech CR. Apontamentos para a atuação do Profissional de Educação Física na Atenção Básica à Saúde: um ensaio. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2019;24:1-5.

Champy F. What Are the Issues of Focusing on Irreducible Uncertainties in Professional Work? a Historical Outline of “Prudential Professionalism”. Rivista sulle Trasformazioni Sociali. 2018;8(16):15-30.

Consorti F, Notarangelo M, Potasso L, Toscano E. Developing professionalism in Italian medical students: an educational framework. Adv Med Educ Pract. 2012;3:55-60.

Ministério da Saúde (Brasil). Portaria nº 2.446, de 11 de novembro de 2014. Redefine a Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS). Diário Oficial da União 13 nov 2014;Seção 1.

Loch MR, Lemos EC, Jaime PC, Rech CR. Desenvolvimento e validação de um instrumento para avaliar intervenções em relação aos princípios da Promoção da Saúde. Epidemiol Serv Saúde. 2021;30(3):1-10.

Coutinho SS. Competências do profissional de Educação Física na Atenção Básica à Saúde [tese de doutorado]. Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo; 2011.

Loch MR, Rodrigues CG, Teixeira DC. E os homens? E os que moram longe? E os mais jovens? ...? Perfil dos usuários de programas de atividade física oferecidos pelas Unidades Básicas de Saúde de Londrina PR. Rev. Bras. de Cienc. do Esporte. 2013;35(4):947-61.

Carvalho FFB, Guerra PH, Loch MR. Potencialidades e desafios das práticas corporais e atividades físicas no cuidado e promoção da saúde. Motrivivência. 2020;32(63):1-19.

Ministério da Saúde (Brasil). Portaria nº 2.436 de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da União 22 set 2017;Seção 1.

Ministério da Saúde (Brasil). Portaria nº 2.979, de 12 de novembro de 2019. Institui o Programa Previne Brasil, que estabelece novo modelo de financiamento de custeio da Atenção Primária à Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde, por meio da alteração da Portaria de Consolidação nº 6/GM/MS, de 28 de setembro de 2017. Diário Oficial da União 13 nov 2019;Seção 1.

Downloads

Publicado

2022-04-13

Como Citar

1.
Amaro BC, Fonseca RG, Loch MR. Seleção de profissionais de educação física para atuarem nos NASF-AB: análise de provas. Rev. Bras. Ativ. Fís. Saúde [Internet]. 13º de abril de 2022 [citado 14º de agosto de 2022];27:1-8. Disponível em: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/14756

Edição

Seção

Artigos Originais