Efeito de dois ritmos de dança de salão na resposta da pressão arterial pós-exercício: uma comparação entre o samba e o bolero

  • Nuno Sousa
  • Daiane Ferreira
  • Ana Silveira
  • Grazieli Sarmento
  • Danilo Bertucci Universidade Estadual Paulista
  • Ramires Tibana
  • Jonato Prestes
Palavras-chave: Exercício físico, Pressão arterial, Trabalho cardíaco

Resumo

A dança de salão pode representar uma alternativa de exercício físico para controle da pressão arterial (PA), tanto de forma crônica como aguda. O objetivo foi avaliar e comparar a resposta da PA após uma sessão de samba da gafieira e após uma sessão de bolero. Dezenove mulheres não hipertensas (21,9 ± 3,4 anos e IMC de 21,5 ± 2,5 kg/m2) praticantes da dança de salão avançada foram submetidas a duas sessões experimentais de dança de salão com dois ritmos, bolero e samba de gafieira, sendo avaliada a frequência cardíaca (FC) e a pressão arterial (PA) de repouso, durante as sessões (apenas FC) e a cada 10 min durante 60 min após as sessões. Durante as sessões, a FCmédia atingida no bolero foi 145 ± 15 bpm (78 ± 8 %FCmax) e no samba foi 178 ± 13 bpm (92 ± 6 %FCmax), representando intensidade moderada e vigorosa, respectivamente. No ritmo bolero, após 10 min do final da sessão, a pressão arterial sistólica (PAS) já apresentou valores semelhantes (p > 0,05) ao repouso (112,0 ± 12,9 mmHg), sendo mantidos até 60 min após a dança. No samba, a PAS entre os 30 a 60 min foi menor (p < 0,05) que em repouso (114,0 ± 13,0 mmHg), evidenciando hipotensão pós-exercício. Não foram observadas reduções da pressão arterial diastólica após as danças. O ritmo mais intenso, representado pelo samba, induziu hipotensão pós-exercício, o que não ocorreu com o ritmo bolero, que apresentou apenas uma diminuição do trabalho do miocárdio.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
01-03-2017
Como Citar
1.
Sousa N, Ferreira D, Silveira A, Sarmento G, Bertucci D, Tibana R, Prestes J. Efeito de dois ritmos de dança de salão na resposta da pressão arterial pós-exercício: uma comparação entre o samba e o bolero. Rev Bras Ativ Fís Saúde [Internet]. 1º de março de 2017 [citado 13º de julho de 2020];22(2):186-94. Disponível em: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/8464
Seção
Artigos Originais