Mapeamento da Educação Física em programas de Residência Multiprofissional em Saúde no sul do Brasil

Autores

  • Douglas Xavier Universidade Federal do Rio Grande
  • Alan Knuth

DOI:

https://doi.org/10.12820/rbafs.v.21n6p551-560

Palavras-chave:

Aprendizagem em ensino-serviço, Trabalho em saúde, Sistema de saúde, Educação Física

Resumo

Tendo em vista a regulamentação da Educação Física como profissão da saúde em 1998 e atuação nos seus variados contextos, a presente pesquisa possui como objetivo mapear o panorama da profissão nos programas de Residência Multiprofissional em Saúde (RMS) na região sul do Brasil no ano de 2015. Para isso, realizou-se um estudo quantitativo por meio de um levantamento descritivo, utilizando como procedimentos metodológicos o contato com os Ministérios da Saúde e da Educação, contato com as instituições proponentes e busca ativa. Observou-se a existência de 80 RMS na região sul, sendo que 21 contemplam a Educação Física, com 13 no Rio Grande do Sul. Constatou-se que a maioria não faz distinção entre o grau acadêmico do profissional de Educação Física e a maioria dos programas são propostos por Instituições de Ensino Superior. Sugere-se que novas pesquisas atentem para o histórico de residentes nestes programas e o detalhamento sobre a inserção profissional dos egressos após atuarem nas RMS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-01-25

Como Citar

1.
Xavier D, Knuth A. Mapeamento da Educação Física em programas de Residência Multiprofissional em Saúde no sul do Brasil. Rev. Bras. Ativ. Fís. Saúde [Internet]. 25º de janeiro de 2017 [citado 22º de abril de 2024];21(6):551-60. Disponível em: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/8014

Edição

Seção

Artigos Originais