Atividades físicas no lazer em diferentes intensidades e fatores associados em universitários

Autores

  • Thiago Sousa Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Camilo Lourenço Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Silvio Fonseca Universidade Estadual de Santa Cruz
  • Aline Barbosa

DOI:

https://doi.org/10.12820/rbafs.v.21n4p%25p

Palavras-chave:

Estudos transversais, Estudantes, Atividade motora

Resumo

O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência e os fatores sociodemográficos e de vínculo com a universidade associados às atividades físicas no lazer nas intensidades moderada, vigorosa, e moderada e vigorosa em universitários de uma instituição de ensino superior do estado da Bahia. A amostra foi estratificada, proporcional aos 30 cursos de graduação e representativa aos estudantes da instituição. A variável dependente foi a atividade física no lazer (AFL) praticada nas intensidades moderada; vigorosa; e moderada e vigorosa. As variáveis independentes foram os indicadores sociodemográficos (sexo; idade; situação conjugal; carga horária de estágio/trabalho) e de vínculo com a universidade (ano de entrada na universidade; período de estudo; e área de estudo). Adotou-se o Odds Ratio como medida de associação por meio da Regressão Logística Multinomial. As prevalências de prática de AFL, de acordo com as intensidades foram: 19,7% para moderada; 13,8% em relação à vigorosa; e, 15,4% para a prática de AFL moderada e vigorosa. Foram associados de forma positiva à AFL os homens, nas três intensidades, e associados com menor envolvimento na AFL moderada os universitários das áreas das Ciências Exatas e da Terra e Ciências Sociais e Aplicadas; e com menor associação à intensidade moderada e vigorosa àqueles com companheiro, vinculados as Ciências Exatas e da Terra, Ciências Agrárias e Linguística, Letras e Artes. As propostas de intervenção para a adesão às AFL em estudantes do ensino superior devem direcionar seus esforços às universitárias, aqueles que vivem com parceiro de áreas de ensino não vinculadas a Saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Sousa, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Formado em Licenciatura plena em Educação Física pela Universidade Estadual de Santa Cruz em 2008. Mestre e doutor em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina, na área de concentração: Atividade Física relacionada à Saúde.

Camilo Lourenço, Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Licenciado em Educação Física. Mestrando em Educação Física pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Silvio Fonseca, Universidade Estadual de Santa Cruz

Doutor em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Aline Barbosa

Programa de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2016-07-01

Como Citar

1.
Sousa T, Lourenço C, Fonseca S, Barbosa A. Atividades físicas no lazer em diferentes intensidades e fatores associados em universitários. Rev. Bras. Ativ. Fís. Saúde [Internet]. 1º de julho de 2016 [citado 27º de novembro de 2021];21(4):364-72. Disponível em: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/7519

Edição

Seção

Artigos Originais