A relação entre atividade física e saúde: uma abordagem histórica e conceitual

Autores

  • Luiz Guilherme Grossi Porto Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Brasília, Distrito Federal, Brasil. Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Grupo de Estudos em Fisiologia e Epidemiologia do Exercício e da Atividade Física - GEAFS, Brasília, Distrito Federal, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-6240-1614
  • Mario Renato Azevedo Universidade Federal de Pelotas, Escola Superior de Educação Física, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Grupo de Estudos em Fisiologia e Epidemiologia do Exercício e da Atividade Física - GEAFS, Brasília, Distrito Federal, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-9731-6447
  • Guilherme Eckhardt Molina Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Brasília, Distrito Federal, Brasil. Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Grupo de Estudos em Fisiologia e Epidemiologia do Exercício e da Atividade Física - GEAFS, Brasília, Distrito Federal, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-5937-079X
  • Dartagnan Pinto Guedes Universidade Estadual do Norte do Paraná, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências do Movimento Humano, Grupo de Estudo em Atividade Física Relacionada à Saúde, Londrina, Paraná, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-7367-2276
  • Markus Vinicius Nahas Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-0354-3484
  • Pedro Curi Hallal Department of Kinesiology and Community Health, University of Illinois Urbana-Champaign, IL, USA. https://orcid.org/0000-0003-1470-6461
  • Victor Keihan Rodrigues Matsudo Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul, São Caetano do Sul, São Paulo, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-3552-486X

DOI:

https://doi.org/10.12820/rbafs.28e0293

Palavras-chave:

Epidemiologia, Promoção da saúde, Educação

Resumo

A partir de uma abordagem histórica, conceitual, crítica e didática, este ensaio teórico propõe uma reflexão sobre a relação entre atividade física (AF) e saúde e o desenvolvimento desta área de estudo, com um olhar especial sobre o Brasil. Apresenta-se revisão histórica a partir de grandes temas de pesquisa na área desde os anos 1950 e da evolução das recomendações de AF para a saúde. São abordadas definições conceituais e operacionais que passaram por atualizações recentes e que são cruciais na área. Faz-se destaque a instituições e documentos relevantes, além de reflexões sobre perspectivas e desafios futuros para a área. Por fim, destaca a necessidade da redução na distância entre a solidez do conhecimento já produzido sobre os benefícios da AF para a saúde e os desejados avanços no contexto da promoção da saúde, em especial na atenção primária à saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Guilherme Grossi Porto, Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Programa de Pós-Graduação em Educação Física, Brasília, Distrito Federal, Brasil. Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Grupo de Estudos em Fisiologia e Epidemiologia do Exercício e da Atividade Física - GEAFS, Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Prof. Adjunto da Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília - UnB e Professor colaborador do Laboratório Cardiovascular da Faculdade de Medicina da UnB

Referências

Guedes DP, Guedes JERP. Atividade Física, Aptidão Física e Saúde. Rev Bras Ati Fís Saúde. 1995;1(1):18–35.

Nahas MV, Garcia LMT. Um pouco de história, desenvolvimentos recentes e perspectivas para a pesquisa em atividade física e saúde no Brasil. Rev Bras Educ Física e Esporte. 2010;24:135–48.

Morris JN, Heady JA, Raffle PA, Roberts CG, Parks JW. Coronary heart-disease and physical activity of work. Lancet. 1953;265(6795):1053–7.

Paffenbarger RS, Hyde RT, Wing AL, Hsieh CC. Physical activity, all-cause mortality, and longevity of college alumni. N Engl J Med. 1986;314(10):605–13.

Caspersen CJ, Powell KE, Christenson GM. Physical activity, exercise, and physical fitness: definitions and distinctions for health-related research. Public Health Rep. 1985;100(2):126–31.

Astrand PO. From exercise physiology to preventive medicine. Ann Clin Res. 1988;20(1–2):10–7.

Cooper KH. The History of Aerobics (50 Years and Still Counting). Res Q Exerc Sport. 2018;89(2):129–34.

Blair SN, Kampert JB, Kohl HW, Barlow CE, Macera CA, Paffenbarger RS, et al. Influences of cardiorespiratory fitness and other precursors on cardiovascular disease and all-cause mortality in men and women. JAMA. 1996;276(3):205–10.

Pate RR, Pratt M, Blair SN, Haskell WL, Macera CA, Bouchard C, et al. Physical activity and public health. A recommendation from the Centers for Disease Control and Prevention and the American College of Sports Medicine. JAMA. 1995;273(5):402–7.

Owen N, Healy GN, Matthews CE, Dunstan DW. Too much sitting: the population health science of sedentary behavior. Exerc Sport Sci Rev. 2010;38(3):105–13.

WHO guidelines on physical activity and sedentary behaviour. [citado 2022 Jun 18]. Disponível em: https://www.who.int/publications-detail-redirect/9789240015128

Guia de Atividade Física Para A População Brasileira — Português (Brasil). [citado 2022 Jun 18]. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/centrais-de-conteudo/publicacoes/guias-e-manuais/2021/guia-de-atividade-fisica-para-a-populacao-brasileira.pdf/view.

Nahas MV, Barros MVG, Francalacci V. O Pentáculo do Bem-estar – Base Conceitual para Estilo de Vida de Indivíduos ou Grupos. Rev Bras Ati Fís Saúde. 2000;5(2):48–59.

Hallal PC, Dumith S de C, Bastos JP, Reichert FF, Siqueira FV, Azevedo MR. Evolution of the epidemiological research on physical activity in Brazil: a systematic review. Rev Saúde Pública. 2007;41(3):453–60.

Matsudo VKR, Matsudo SM, Araújo TL, Andrade DR, Oliveira LC, Hallal PC. Time trends in physical activity in the state of São Paulo, Brazil: 2002-2008. Med Sci Sports Exerc. 2010;42(12):2231–6.

Publicado

2023-03-28

Como Citar

1.
Porto LGG, Azevedo MR, Molina GE, Guedes DP, Nahas MV, Hallal PC, et al. A relação entre atividade física e saúde: uma abordagem histórica e conceitual. Rev. Bras. Ativ. Fís. Saúde [Internet]. 28º de março de 2023 [citado 18º de maio de 2024];28:1-7. Disponível em: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/14993

Edição

Seção

Ensaios Teóricos em Atividade Física e Saúde