Desenvolvimento adicional do Affordances for Motor Behavior of Schoolchildren: versão estandardizada e sistema de pontuação

Autores

  • Fábio Saraiva Flôres KinesioLab, Research Unit in Human Movement Analysis, Instituto Piaget, Almada, Portugal. Faculdade de Motricidade Humana, Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal. https://orcid.org/0000-0003-3469-3725
  • Luis Paulo Rodrigues Escola Superior de Desporto e Lazer de Melgaço, Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Viana do Castelo, Portugal. Research Center in Sports Sciences, Health and Human Development, Vila Real, Portugal. Research Center in Sports Performance, Recreation Innovation and Technology, Melgaço, Portugal. https://orcid.org/0000-0002-6804-3600
  • Rita Cordovil Faculdade de Motricidade Humana, Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal. Interdisciplinary Center for the Study of Human Performance, Faculdade de Motricidade Humana, Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal. https://orcid.org/0000-0002-4907-7186

DOI:

https://doi.org/10.12820/rbafs.27e0277

Palavras-chave:

Habilidades motoras, Criança, Ambiente, Saúde

Resumo

Mapear e avaliar os contextos regulares que escolares frequentam é de grande importância para a compreensão do comportamento motor. Esta comunicação tem como objetivo apresentar o sistema de pontuação e padronização do Affordances for Motor Behavior of Schoolchildren (AMBS), recentemente apresentado à comunidade científica e educacional. O AMBS foi desenvolvido para avaliar os sistemas interdependentes das crianças, como casa, escola e atividades esportivas, que podem influenciar o desenvolvimento motor, a aprendizagem motora e a competência motora de crianças de 6 a 10 anos. O questionário foi respondido por 377 famílias brasileiras. As pontuações brutas de cada uma das três subescalas (casa, materiais e escola) foram transformados em pontuações padrão, variando de muito baixo a muito alto. As subescalas AMBS foram classificadas em muito baixo (1º quartil), baixo (2º quartil), bom (3º quartil) e muito bom (4º quartil). A pontuação bruta total do AMBS é resultado da soma das pontuações padrão das três subescalas e pode ser classificada em três categorias, variando de um AMBS baixo a alto. Assim, os escores totais da AMBS foram classificados em baixo (1º tercil), médio (2º tercil) e alto (3º tercil). Esperamos que as pontuações brutas e padrão da AMBS possam ser utilizadas por pesquisadores, pais e profissionais clínicos/educacionais para avaliar as affordances das crianças visando melhor entendimento do comportamento motor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Barnett L, Hnatiuk J, Salmon J, Hesketh K. Modifiable factors which predict children’s gross motor competence: A prospective cohort study. Int J Behav Nutr Phys Act. 2019;16(1):1–11.

Bronfenbrenner U. The bioecological model from a life course perspective: Reflections of a participant observer. 1995.

Caçola P, Gabbard C, Montebelo M, Santos D. Further Development and Validation of the Affordances in the Home Environment for Motor Development–Infant Scale (AHEMD-IS). Phys Ther. 2015;95(6):901–23.

Flôres F, Rodrigues LP, Luz C, Cordovil R. Cross-cultural comparisons of motor competence in southern Brazilian and Portuguese schoolchildren. Motriz. 2021;27(e10210018420).

Bronfenbrenner U. Contexts of child rearing: Problems and prospects. Am Psychol. 1979;34(10):844.

Flôres F, Rodrigues LP, Copetti F, Lopes F, Cordovil R. Affordances for Motor Skill Development in Home, School, and Sport Environments: A Narrative Review. Percept Mot Skills. 2019;126(3):003151251982927.

Flôres F, Rodrigues LP, Cordovil R. Development and construct validation of a questionnaire for measuring affordances for motor behavior of schoolchildren. J Mot Learn Dev. 2021;In press:1–19.

Gibson JJ. The senses considered as perceptual systems. 1966 [cited 2019 Mar 29]; Available from: https://psycnet.apa.org/record/1966-35026-000

Bronfenbrenner U, Ceci SJ. Heredity, environment, and the question" How?": A first approximation. 1993;

Gibson JJ. The theory of affordances: The Ecological Approach to Visual Perception. Boston: Houghton Miffin; 1979.

Silva S, Flôres F, Corrêa S, Cordovil R, Copetti F. Mother’s Perception of Children’s Motor Development in Southern Brazil. Percept Mot Skills. 2017;124(1):72–85.

Niemistö D, Barnett L, Cantell M, Finni T, Korhonen E, Sääkslahti A. Socioecological correlates of perceived motor competence in 5 ‐ to 7 ‐ year ‐ old Finnish children. Scand J med Sci Sport. 2019;29:753–65.

Downloads

Publicado

2022-10-31

Como Citar

1.
Flôres FS, Rodrigues LP, Cordovil R. Desenvolvimento adicional do Affordances for Motor Behavior of Schoolchildren: versão estandardizada e sistema de pontuação. Rev. Bras. Ativ. Fís. Saúde [Internet]. 31º de outubro de 2022 [citado 2º de dezembro de 2022];27:1-4. Disponível em: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/14942

Edição

Seção

Séries Técnicas em Atividade Física e Saúde