ASSOCIAÇÃO ENTRE NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA DE LAZER DOS PAIS COM O NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA DOS FILHOS

  • Natalia de Lemos Universidade Estadual Paulista
  • Priscila Missaki Nakamura
  • Roseni Nunes de Figueiredo Grisi
  • Eduiardo Kokubun
Palavras-chave: Questionário, epidemiologia, jovem.

Resumo

Vários estudos vêm demonstrando os benefícios da prática regular de Atividade Física (AF)para a saúde e bem-estar dos seus praticantes. Entretanto, os estudos realizados com adolescentesapresentam resultados controversos sobre os fatores associados à prática de AF. Algunsestudos indicam que o nível de AF dos pais possa influenciar no nível de AF dos seus fi lhos. Oobjetivo do estudo foi verificar a associação entre o nível de AF de lazer dos pais com o nível deAF dos filhos. Participaram 467 adolescentes do Ensino Médio (15,8±0,9 anos) e 678 pais, todosmoradores da cidade de Rio Claro no Estado de São Paulo-Brasil. A prevalência de AF entre osadolescentes foi de 17,34%. Os resultados demonstraram que a prevalência de AF foi maiorno sexo masculino (26,76%) do que no feminino (9,45%). A prática de AF no lazer dos pais (paie mãe) foi de 41,6%, sendo que as mães praticam mais AF (58,23%) do que os pais (15,47%).Foi observado que não houve associação entre prática de AF de um dos pais no nível de AFdos filhos (p > 0,05). Entretanto, o nível de AF do pai e da mãe influenciou no nível de AF dosfilhos (p < 0,05). Concluiu-se que o nível de AF do pai e da mãe influenciou na prática de AFdos seus filhos. Esse resultado indica a importância da influência do ambiente familiar na AFdos adolescentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
05-09-2012
Seção
Artigos Originais